sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Origem da família Soares



Soares é um sobrenome de origem portuguesa, variação de Soarez, derivado de Suáriz, Suárizi, do latim Suárici, classificado como sendo um patronímico ( nome do pai), pois deriva de um nome próprio, vem do nome Suário o mesmo que Soeiro. Em 1554 foi registrado em documentos como Soarez e em português arcaico existem registros de Soáriz e Suáriz. 

Soeiro é derivado do termo alemão antigo "Sug-hari", que literalmente se traduz como "exército sul". Foram duas as principais famílias portuguesas de linhagem nobre que levaram este sobrenome. Uma foi os Soares de Albergaria, que usavam simplesmente Soares como nome de família. A outra foi Soares de Tangil, da qual o primeiro portador deste sobrenome foi Soeira Afonso de Tangil, senhor da torre de Tangil, no distrito de Monção. Seu filho Gil Afonso Soares de Tangil, foi o primeiro a usar o sobrenome composto Soares de Tangil, e que viveu durante o reinado de D. Pedro I (1350-1359).
Segundo alguns historiadores a família Soares teve sua origem em Toledo, na Espanha. "Aqueles do século XIV, membros da honorável casa dos Soares, viveram no tempo em que uma das maiores façanhas das armas da história de Portugal teve lugar, a saber, a batalha de Aljubarrota, travada em 14 de agosto de 1385, próxima da assim denominada cidade, localizada no centro de Portugal. O rei castelhano, Juan I, reclamava a coroa de Portugal através de seu casamento com a rainha Beatriz, a filha do último rei de Portugal. 

A grande maioria dos portugueses, incluindo muito dos patrióticos da família Soares, não estavam dispostos a aceitar um rei castelhano, razão pela qual escolheram como seu líder a João de Aviz, que se iriam juntar à luta que estava para vir por Nuno Ivares Pereira, o "Contestável". Juan I invadiu Portugal confiante no valor do seu exército, que contava com vinte e dois mil cavaleiros, e soldados, e esperava o apoio de nobres portugueses que o tinham como legítimo herdeiro. Ao contrário, João, que tinha sido proclamado rei de Portugal há apenas quatro meses atrás, estava apto para reunir tão somente uns meros sete mil homens. Não obstante, o prestígio do chefe Pereira, ganho através de suas vitórias em incursões do ano precedente, inspirou entre a milícia de seus comandados e soldados, os quais podem ter incluído heroicos membros da família Soares, a garantia da necessidade de uma condição de vitória.

A despeito da desconfiança de alguns comandantes portugueses, em adotar uma estratégia agressiva contra um oponente numericamente superior, o ritmo dos acontecimentos tiveram poucas alternativas para escolha de ações e os ainda indecisos foram forçados a seguir o audacioso desígnio do Contestável, que saiu de Abrantes com o exército levantado e seguiu para Tomar. Os portugueses procederam para prevenir o avanço dos Castelhanos em Lisboa e Pereira colocou suas forças numa colina defensiva ao norte e a oito quilômetros ao sul de Leiria. Ali, encostas ásperas para ambos os lados, a posição defensiva tinha a vantagem da inclinação sobre o campo do atacante. 

Os cavaleiros castelhanos, acreditando em sua própria superioridade e ignorantes do terreno, resolveram atacar. O triunfo português em Aljubarrota, uma fonte de honra para todos, incluindo os atuais portadores da família Soares, não só preservou sua independência nacional, mas também marcou a supremacia política das classes burguesas de Portugal, que tinham preparado e feito a revolução de 1383 e escolhera a João de Aviz como rei, demonstrando a vantagem da infantaria, organizadas de maneira democrática, que lentamente iam anulando o valor da cavalaria medieval. 

Uma das figuras muito admiradas e reverenciadas pelos portugueses, sem dúvida incluindo passados e atuais membros de ilustre família Soares, é a Santa Elizabeth de Portugal (1271-1336), também conhecida como "A Pacificadora" e "A rainha Santa". Filha de Pedro III de Aragão, ela foi chamada por sua tia, Santa Elizabeth da Hungria e foi casada com o rei Dinis de Portugal em 1282, um evento conhecido por alguns dos membros da família Soares. Elizabeth venceu a corrupção e prazeres da corte real, devotando sua riqueza e energia para atividades caritativas. Quando seu filho Afonso empreendeu uma rebelião contra seu pai, Elizabeth bravamente interpôs-se entre os exércitos oponentes efetuando a contento uma reconciliação. Verdadeira para com seu cognome "A Pacificadora", Elizabeth morreu em meio à rota para um campo de batalha, onde esperava conseguir a paz entre seu filho, o rei Afonso IV, e o rei castelhano Alfonso XI. De fato, os portadores do sobrenome Soares, podem gloriar-se na rica e colorida história de sua terra, Portugal." (The Historical Research Center (c), 1993)

Uma das mais antigas referências a este sobrenome é o registro de Fernão Soares, eclesiástico português, citado em 1270. Portadores notáveis do sobrenome Soares foram, entre outros: João Soares (1507-1572), bispo português; Ruy Fernando Soares, pintor português citado em 1551; Vicente de Gusmão Soares (1606-1675), cônego e poeta português. No Brasil, encontramos o registro de Isabel Soares, filha de Manoel Soares e Maria Paes, nascida no Paraná em 8 de julho de 1684. 

Aqui,  a família Soares existe em toda parte,  de norte a sul, sudeste,  centro-oeste e nordeste, principalmente na Paraíba, Ceará, Bahia, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul   e Pernambuco. Os Soares sempre se dedicaram à agropecuária,e, nos dias de hoje, há Soares na política, nos serviços públicos, além de muitos dedicados ao comércio e à Indústria. 
Em minha família o sobrenome Soares aparece duas vezes: na ancestralidade de minha mãe, como Soares de Oliveira na pessoa de meu bisavô materno Bernardino Anúncio Soares de Oliveira (e que se repete por várias gerações) e na de meu pai, José Laureno Soares.

Brasão de Armas da Família Soares: Torre de prata, escudo vermelho.











Fonte: http://www.webartigos.com/artigos/familia-soares/38870/

http://edc.xpg.uol.com.br/11.html

http://www.heraldrysinstitute.com/cognomi/Soares/Portugal/idc/602470/lang/pt/



34 comentários:

  1. Procuro familiares ou descendentes do meu avô cel José dionisio soares, era um politico fazendeiro na bahia casado com ana rosa soares paz landim, era a segunda esposa teve 12 filhos com ela o primeiro por nome capitao cizernandes, miguel, florentino, José, jorge, maria, joviniana, raimunda, adelicia e outros, quero encontrar dependentes, ou conhecidos para resgatarmos nossa história de familia. Contato 61998731978

    ResponderExcluir
  2. Procuro familiares ou descendentes do meu avô cel José dionisio soares, era um politico fazendeiro na bahia casado com ana rosa soares paz landim, era a segunda esposa teve 12 filhos com ela o primeiro por nome capitao cizernandes, miguel, florentino, José, jorge, maria, joviniana, raimunda, adelicia e outros, quero encontrar dependentes, ou conhecidos para resgatarmos nossa história de familia. Contato 61998731978

    ResponderExcluir
  3. Procuro familiares ou decendencia do meu bisavo Henrique Soares de Lima casado com Ana Amalia de Jesus

    ResponderExcluir
  4. Procuro a família de meu pai Geraldo Soares da Silva

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de saber se tenho algum parente na Europa sou neto de Sebastião soares do Pedro português e de Ramira Guimarães soares espanhola

    ResponderExcluir
  6. Eu sou da região de Encruzilhada do Sul,Amaral Ferrador, Camaquã. Meus avô era Joaquim Soares, comerciante na região nos anos 40,50. Depois foi para Camaquã e por último em Esteio - RS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha avó era Joaquina dutra Soares região de Santa Maria
      Avó Iraci Pereira Soares

      Excluir
  7. Meu nome é Antônio soares da Silva Júnior moro em olinda-PE

    ResponderExcluir
  8. Gostaria de saber sobre familiares da minha mãemãe ,pois nunca soubemos de familia nenhuma dela .Ela nasceu Parana, Santo Antonio da Platina filha de Sebastiao Vicente Soares e Antonia Maria de Jesus

    ResponderExcluir
  9. Procuro primos da família Custódio Soares. Meu avô chamava Francisco Custódio Soares

    ResponderExcluir
  10. bom só queria falar que é bom saber a otigem da minha familia apesar de ter dos brazão de erança

    ResponderExcluir
  11. Procuro familiares do meu avô: Julio Pedro Soares, nascido em Pederneiras. Vivei em Jaú. Casado com Severina Ferraz de Almeida.

    ResponderExcluir
  12. Gostaria de saber se tenho parentes em Portugal. Meu bisavô de Portugal Antônio dos Santos Júnior e Alminda Conceição Soares pais de Artur Soares meu avô.

    ResponderExcluir
  13. Gostaria de saber se tenho parentes em Portugal. Meu avô Antônio Soares de Souza e minha avó Florisbela.

    ResponderExcluir
  14. Meu nome e David soares Rodrigues dos santos moro rj nova iguaçu

    ResponderExcluir
  15. Procuro Familhares Do Meu Avô Manoel Soares Da Silva

    ResponderExcluir
  16. Procuro por parentes da família soares de Oliveira na região norte de Minas Gerais. Meu avô se chamava marcionilio soares

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha família até onde eu conheço e do Norte de Minas Gerais, meu Nome e Francisco Soares Neto e venho de uma linhagem antepassado de Francisco Soares, Francisco Soares Júnior, Francisco Soares Filho e eu Francisco Soares Neto...

      Excluir
    2. A minha também do norte de Minas meu avô chamava João soares.

      Excluir
  17. Gostaria de saber sobre meus parentes em Portugal. Minha bisavó trouxe minha avó Anna aqui para o Brasil quando era pequena deixando o pai dos seus filhos e outros filhos em Portugal ela tinha o nome de Anna Soares que é a minha avó que veio para o Brasil.

    ResponderExcluir
  18. Bom dia! Procuro informações sobre um senhor de nome José Manoel Soares, nascido no ano de 1851 em Portugal e foi levado ainda bebe para a Espanha. Ainda muito novo veio para o noreesno do Brasil e logo depois para o Rio de Janeiro onde viveu até a sua morte aos 45 anos de idade. Toda a informação que poderem me fornecer sobre ele será de muito grande valia! Desde já agradeço!

    ResponderExcluir
  19. Procuro familiares, minha mãe nasceu em montanhas, Rio Grande do norte, minha avô se chamava Josefa Gomes de Lima e meu avô Rafael Soares de Lima(esse já é falecido). A única coisa que eu sei , através de relatos que minha avó saiu de Montanhas e veio morar aqui no rio de janeiro, casando se com outro homem, já que era viúva. Pela idade da minha mãe, acredito que ela esteja viva ainda. Deve ter a idade de 89 anos por aí. Ela teve 6 filhos com os nomes de Gabriel, Aderita, Severino, creusa, Palmira, e Eridan ( minha mãe ) agradeço desde já.

    ResponderExcluir
  20. Boa tarde sou VOLMIR SOARES de horizontina ,rio grande do sul e gostaria de saber mais sobre o meu sobrenome SOARES pois a familia soares e grande e tenho lima tambem no meio que e o sobre nome da minha mãe e soares por parte de pai e querias saber se temho maois parente sco fora do brasil que se comoniquem meu celular é area dd [55] 999882320

    ResponderExcluir
  21. Meu nome é cleovan prestes Soares meus pais eram de Soledade RS ivam prestes soeres e Solange prestes Soares gostaria de saber se tenho algum parente por ai

    ResponderExcluir
  22. sou neto de português meu avo e Gaspar soares casou com Antonieta carvalho soares e moravam no rio de janeiro e casarão na igreja santa terezar e moravam no bairro de santa Tereza no rio de janeiro

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde!!
    Meu nome é Sônia Maria Ferreira de Souza. Minha avo materna chamava-se Alexandrina Ignácio Soares. Nasceu no final do seculo XIX no atual município de Glorinha/RS.
    Gostaria de maiores informações sobre meus ancestrais que no passado veio habitar o local hoje chamada Regiao Metropolitana de Porto Alegre.
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  24. Venho a agradecer do fundo do meu coração, por este trabalho realizado com muita consideração e amor à preservação e patrimônio da família Soares. Que Deus o abençoe ��

    ResponderExcluir
  25. Meu nome é ANTONIO SOARES.
    Moro em assis sp e tenho 82 anos.
    Nasci no patrimunio de primavera e fui registrado e guaimbe sp na data de 13/07/1937.
    Minha mae chamava-se MARIA RODRIGUES DE OLIVEIRA nascida aos 03/03/1915 em CANDINHA ESTADO DA BAHIA.
    Meu pai chamava-se JULIO SOARES nascido aos 23/10/1901 em JACARACENO ESTADO DA BAHIA.
    Meus avós paternos chamavam-se VICENTE SOARES E ETELVINA SANTIAGO.
    Nao sei o nome dos meus bisavós e nem dos tataravos.
    A vida toda queria encontrar meus parentes por parte do meu pai e se alguem ler isso e descobrir que esses nomes faz parte tambem da familia de voces por favor entre em contato comigo pelo whatsapp 018 998211246 ou pelo celular 018 996712102.
    Estou ancioso pelo contato de algum parente.

    ResponderExcluir
  26. Minha família e toda da Bahia e é muito grande, me chamo Reijiane Mendes Soares de Brito

    ResponderExcluir